Passat Special

Neste artigo vamos falar de uma versão que, apesar de simples, é uma das mais difíceis de encontrar informações detalhadas: o Passat Special. O Passat teve, ao longo de quase todos os seus anos de produção, uma versão básica de entrada. Inicialmente com o Passat L e depois com a versão standard, que é uma grande incógnita nas tabelas de preços da época.

Passat Special 1984. Foto: divulgação VW
Passat Special 1984. Foto: divulgação VW

      

Para a linha 1978, foi lançado o Passat Surf. O Surf seguia a tendência dos Dodge 1800 e Dart SE, sendo a versão básica e mais barata da linha. A aparência, porém, tinha apelo jovem e esportivo. Essa história vai merecer maiores detalhes em um artigo próprio, mas o fato é que, com o fim do Passat L e a versão standard, o Passat Surf passou a ser a versão despojada da linha.

O ano de 1981 foi o último de produção do Surf, o que deixou a linha Passat apenas com suas versões de melhor acabamento. É importante notar o contexto da época, com o lançamento do Voyage. Sua versão mais simples custava menos que o Passat Surf. Isso pode ter levado a Volkswagen a desistir de uma versão básica do Passat, evitando a concorrência interna.

Em 1983, a versão GLS, situada entre o LS e o LSE, chegou a ser oferecida como uma opção de luxo médio. Porém, após um hiato de 2 anos, a linha Passat 1984 voltava a apresentar sua versão simplificada, com o lançamento do Passat Special.

   

O Passat Special era destinado principalmente a taxistas e frotas. Inclusive o material publicitário de 1986 era direcionado a esse público consumidor. Porém, é claro que várias unidades também foram vendidas para o uso particular. Seu preço era inferior aos dos concorrentes diretos, como o Corcel II L. A versão era facilmente identificável, pois utilizava os velhos retrovisores de ajuste externo, iguais aos utilizados até 1982, não possuía frisos laterais ou na tampa do porta-malas.

Folder publicitário do Passat Special 1985
Folder publicitário do Passat Special 1985

  

Da mesma forma, enquanto as demais versões ganhavam o aplique de plástico preto entre as lanternas, atrás da placa traseira, o Passat Special permanecia sem esta peça, reforçando o estilo mais básico. Seus pára-choques de lâmina eram pintados de preto, com o friso de protetor de borracha. A moldura dos faróis e o friso que contorna a grade eram integralmente pretos, sem partes cromadas.

Ao contrário do antigo Surf, o Passat Special trazia esguicho elétrico do lavador do pára-brisa e temporizador do limpador. No painel, porém, notava-se a ausência do relógio, como nas antigas versões básicas.  O interior, exclusivamente na cor preta, apresentava bancos em tecido e assoalho em carpete. A ventilação forçada era item de série, assim como os faróis com lâmpadas halógenas. O velho modelo de rodas de tala 4,5″, pintadas de prata, eram utilizadas com pneus 155 SR 13. O motor era o MD-270, o mesmo utilizado em toda a linha no início de 1984. Sendo uma versão simplificada, nem todas as cores estavam disponíveis para o Special. A maioria delas era sólida, com algumas poucas opções de cores metálicas.

   

Com a remodelação da linha em 1985, o Special recebeu novo painel e quadro de instrumentos (agora com relógio), novas lanternas e pára-choques envolventes, entre outras novidades. Para 1986, a versão ganhou o motor AP-600, assim como para as demais versões. Apesar do folder deste ano trazer a informação exclusiva sobre os modelos à álcool, a tabela de preços de veículos 0km da época também mostrava a opção da versão à gasolina. Apesar das novidades, o Special manteve algumas das antigas características. Alguns exemplos são o retrovisor externo simples, câmbio de 4 marchas e ausência de frisos externos na carroceria.

Folder publicitário do Passat Special 1986
O folder de divulgação do Passat Special 1986 era direcionado aos taxistas.

  

O último ano de produção confirmado do Passat Special foi 1986. Mesmo os catálogos da linha Passat 1987 mencionam apenas os modelos GL Village e GTS Pointer (além, claro, do Passat Flash lançado posteriormente e com material publicitário próprio). Apesar disso, temos alguns Special 86/87 conhecidos. A revista Motor 3, por exemplo, ainda divulgava o valor do Special 0km em sua edição de janeiro de 1987. A edição de fevereiro já não traz mais a versão entre as opções disponíveis para o Passat.

Passat Special 86/87
A ausência dos frisos laterais demonstra a simplicidade do Passat Special. Uma versão sem luxo, mas que até hoje cumpre com louvor a sua função. Foto: Mário César Buzian.

  

O belo modelo Bege Vime que ilustra a matéria é certamente um dos últimos Passat Special produzidos. De ano/modelo 86/87, o automóvel pertence ao antigomobilista Mário César Buzian, do Traga o Guincho, que muito contribuiu com esta matéria. O exemplar é um dos raros sobreviventes desta versão, cuja maioria sofreu no batente diário ou foi descaracterizada.

Revista Motor 3, janeiro de 1987
A edição de janeiro de 1987 da revista Motor 3 ainda trazia o Passat Special entre as opções de modelos 0km. A edição de fevereiro já não trazia mais a versão na tabela. Foto: Mário César Buzian.

    

Características externas

– Vidros brancos

– Pára-choques de lâmina pintados de preto, com friso protetor de borracha (1984)

– Rodas de aço tala 4,5″ e pneus radiais 155 SR 13, sem câmara

– Calotas centrais de plástico preto

– Ausência de frisos nas laterais da carroceria ou tampa do porta-malas

– Tampa do combustível com chave

– Friso da calha do teto na cor preta

– Ausência do aplique de plástico preto entre as lanternas traseiras

– Retrovisor simples, do modelo antigo e com regulagem externa, apenas do lado esquerdo

– Faróis com lâmpadas halógenas

Passat Special 1986
Bancos em tecido e forrações laterais em courvin, sempre na cor preta. O Passat Special recebeu o novo painel e quadro de instrumentos junto com o restante da linha. Fotos de divulgação do modelo 1986.

 

Características internas

– Bancos em tecido preto liso

– Apoios de cabeça revestidos com o mesmo tecido dos bancos

– Forrações laterais em courvin preto

– Console parcial, como o usado na versão LS Village

– Ventilação forçada

– Esguicho de água elétrico e temporizador do limpador do pára-brisa

– Painel de instrumentos sem relógio (1984)

– Painel de instrumentos com relógio e sem econômetro (a partir de 1985)

– Porta-malas com assoalho em carpete

– Buzina simples

Passat Special 86/87
Em 1986, o Passat Special passou a usar o motor AP-600, exclusivamente à álcool. Foto: Mário César Buzian.

 

Características mecânicas

– Motor 1.6 MD-270 (1984 e 1985)

– Motor 1.6 AP-600 (1986 e 86/87)

 

Galeria de fotos do Passat Special

10 comentários

  1. Mário César Buzian

    Muito legal poder contribuir para essa matéria de uma versão praticamente obscura da linha Passat !
    E fico feliz de poder usar diariamente como excelente carro esse nosso Special 1986/87 Bege Vime que se mantém com altíssimo grau de originalidade (nem o sistema de som foi instalado), com seus mais de 200 mil km. no valente motor AP600 a álcool e caixa de quatro marchas – uma delícia de rodar !!!
    Valeu mesmo, André !!

    Mário Buzian – Ivoti/RS

    • O meu é prata e é 5 marchas esta com problemas no túnel e queimou a junta do cabeçote mas sei q ele já não é mais aquele garoto q era em 86 e q seus antigos donos não o valorizaram por isso não me importo de gastar para poder pegar a estrada com meu passatão novamente netos já me disseram q o especial é difícil de achar por isso tbm q gosto muito dele

  2. Que legal! A tempos eu procurava um irmão gêmeo do meu e aí esta ele. Parabéns, ele está muito preservado e cuidado, adoro o meu e acho o máximo ele também não ter sido descaracterizado e manter suas humildes origens rsrs.

  3. Tenho um Passat 81/82 Lse 1.6 2p nesta data existia Passat Lse duas portas será que pode ser uma série especial, sou meio leigo sobre modelo de Passat

  4. O meu é um 86 cinza special o mesmo do foder Mecanicamente já não é o mesmo,freio a disco ventilados do gol,motor 2.0 álcool com injeção monoponto a álcool,ar condicionado,câmbio ps do Santana,molas esportivas,radiador de óleo e outras coisinhas mais que eu fiz.

  5. O meu é 1.8 ap 86 special o carro anda bem

  6. Oi pessoal! Vocês já encontraram um Special 86 original para venda? Quanto vale para um colecionador? Tenho um parado, segundo dono, encontramos no interior do estado do RS. Quero buscar entender o nível de procura por esse modelo. Para trazer ele de volta a vida. Agradeço os comentários.

Deixe uma resposta