Home / Matérias de revistas / Auto Esporte / Pointer: Este Passat ainda tem muita raça!

Pointer: Este Passat ainda tem muita raça!

Revista Auto Esporte nº269 – Julho de 1987
Reportagem de Heymar Lopes Nunes
Fotos de Carlos G. de Paula

Passat GTS Pointer 1987 - Auto Esporte

Acelerações rápidas, boa velocidade final. Economia? Bem, compatível para um carro esportivo. Apesar de sua participação nas vendas globais da Volkswagen estarem diminuindo, o Passat ainda tem seus admiradores, principalmente o GTS Pointer.

Um bom esportivo, com acelerações rápidas e excelente retomada de velocidade. Consumo de combustível e conforto relativos. É o Passat GTS Pointer equipado com motor de 1800cm³ e potência de 99 cavalos.

Internamente ele é bem acabado apesar de faltar alguns cuidados. Os bancos reguláveis também em altura permitem ao motorista escolher a melhor posição para se dirigir. Mesmo sendo anatômicos e com apoio suplementar para as pernas, os bancos, principalmente na cidade, tornam-se muito duros cansando não só o motorista como também os passageiros, no banco traseiro o descansa-braço central, reversível, incomoda ao passageiro que estiver viajando no meio.

Ao contrário do que acontece com o Gol GTS, o painel do Passat Pointer é bem mais esportivo, sem os instrumentos que indicam a maneira econômica de se trocar as marchas e o consumo instantâneo de combustível, dispensáveis em um carro esportivo. No Passat, apesar de estarem no console central, existe um manômetro de temperatura do óleo e um voltímetro que permitem rápida visualização do motorista. O conta-giros é de bom tamanho e em lugar visível.

Nas manobras, o Passat é duro devido não só a desmultiplicação de sua caixa de direção, mas também pelos largos pneus, que aumentam a área de atrito com o solo, deixando o volante mais pesado. Na estrada mesmo em velocidades maiores o volante é preciso e garante segurança, como deve ser um esportivo.

Seu visual externo não é carregado, muito pelo contrário, é discreto e sem enfeites apelativos. Nem é necessário, seu maior trunfo não está aparente, está escondido. É o perfeito casamento entre o motor, câmbio e suspensão. Se aparentemente o Pointer pouco se destaca dos demais modelos da linha, é na performance que ele realmente aparece.

   

Sua aceleração é rápida e a elasticidade do motor muito boa. Para chegar aos 100 km/h, partindo da imobilidade, ele gasta pouco mais de 11 segundos, um segundo a mais que o Gol GTS. Boa marca para a sua potência que é de 99 cavalos, considerando seu peso e seu CX (coeficiente de atrito com o ar). Sua velocidade máxima. chega aos 179 km/h.

Também partindo da imobilidade, ele gasta 17,42 segundos para percorrer os primeiros 400. metros e 32,39 segundos para completar um quilômetro, contra 17,19 segundos e 32,46 segundos, respectivamente, do Gol GTS. Praticamente, não existe diferença.

Interior do Passat GTS Pointer 1987 - Auto Esporte
Interior do Passat GTS Pointer: console com voltímetro e termômetro do óleo (esq.) e bancos Recaro (dir.).

Na retomada de velocidade, onde se mede principalmente o torque e a elasticidade do motor, o Passat levou 6,44 segundos para ir de 40 a 80 quilômetros por hora em terceira marcha e 14,14 segundos de 80 a 120 em quinta marcha, levando-se em consideração que a quinta marcha não é feita para força, mas sim para economia de combustível, tanto é que a sua velocidade máxima é conseguida em quarta e não em quinta marcha. Isto significa que as ultrapassagens feitas por este carro são sempre seguras, não sendo necessário reduzir a marcha.

Para um carro esportivo até que ele não é tão beberrão assim, na cidade ele chega a fazer 7,32 quilômetros com um litro de combustível. Na estrada, rodando a 80 km/h, ele consome 11,83 km/I e 10,78 km/I andando-se a 100 km/h, ficando assim com a média, padrão AUTO ESPORTE, de 9,97 km/l. E bem verdade que o dono de um carro com estas características nem pensa em andar a 80 km por hora.

A estabilidade do carro é boa e chega a impressionar. As curvas de baixa velocidade são feitas sem maiores problemas e nas de alta existe uma pequena tendência do carro sair de frente – desgarrar as rodas dianteiras – facilmente corrigida. Como a retomada de velocidade é boa, as saídas de curvas são sempre tranqüilas, o motor responde rápido às pressões feitas no acelerador. Para andar na cidade, onde as ruas não são niveladas e principalmente naquelas com calçamento de paralelepípedo, a suspensão fica muito dura cansando o motorista devido aos trancos e solavancos que o carro recebe.

Os pneus de perfil baixo contribuem para aumentar os socos, assim qualquer buraco dá aos ocupantes a impressão que era uma cratera. Sabemos que é difícil adequar o conjunto de suspensão para estabilidade e conforto ao mesmo tempo, ainda mais em ruas e estradas como as nossas.

O sistema de freios está bem dimensionado, proporcionando frenagens em espaços relativamente pequenos e com toda a segurança. Estando os pneus em bom estado e calibrados devidamente, o carro pára sem haver desvios de sua trajetória, garantindo assim uma maior segurança nas paradas de emergência.

Passat GTS Pointer 1987 - Auto Esporte

O nível de ruído interno não chega a incomodar e é possível ouvir o rádio em baixo volume. Como acontece em todos os carros equipados com pneus radiais com cinta de aço, a velocidade mais crítica é a 40 km/h, quando o barulho provocado por eles incomoda até mesmo uma conversa.

Não resta dúvida que o Passat GTS Pointer é um excelente esportivo, que corresponde fielmente as expectativas de seu proprietário. O que desanima muitos dos interessados em ter um destes, é seu alto preço, no modelo básico ele custa Cz$ 568.866,66, apenas com os acessórios de linha.

   

Posição do Passat GTS 1.8
Participação
Ano Vendas Na linha No mercado
1984 1.763 10,1% 0,5%
1985 3.373 31,8% 0,6%
1986 5.555 12,0% 0,9%
1987 (Janeiro a Maio) 1.874 36,3% 2,0%

 

Avaliação Auto Esporte
Item Nota Comentários
Estilo 7 Carroceria – Sem se importar com o peso dos anos de nascimento, o Passat GTS Pointer ainda se destaca pela beleza. Falta-lhe um farol auxiliar, de neblina ou de longo alcance. Bom porta malas, cuidadoso acabamento e linhas suaves, sem muitos enfeites: Com mais alguns detalhes aerodinâmicos, o Passat poderia se tornar ainda mais rápido.
Acabamento 8
Porta-malas 8
Iluminação 8
Segurança 8
Visibilidade 8 Habitáculo – Duro para se andar na cidade ou em estradas de piso irregular. Volante muito pesado para manobras devido aos largos pneus. Os bancos, com regulagem em altura, são anatômicos e seguram perfeitamente o corpo. Para um carro da categoria deste GTS, os vidros deveriam ter acionamento elétrico. O banco traseiro incomoda ao passageiro que viaja no centro, por causa do apóia-braço central.
Comandos 7
Instrumentos 9
Conforto 8
Nível de ruído 7
Motor 8 Mecânica – Ponto de destaque para motor e transmissão. Potência e torque a altura. Suspensão dura, porém estável. Os freios são bastante confiáveis e precisos, dão confiança ao motorista mesmo em frenagens de emergência. Mecânica mais do que testada, merece confiança.
Transmissão 8
Freio 8
Suspensão 8
Direção 7 Performance – Não fosse o seu peso e detalhes, de aerodinâmica, que não são bem cuidados, o Passat GTS Pointer, andaria na frente do próprio Gol GTS, que usa o mesmo motor. São arrancadas fortes e uma excelente retomada de velocidade. Os 99 cv de potência conseguem levar o Passat aos 179 km/h. Bom para seu tamanho.
Desempenho 9
Consumo 7
Autonomia 8
Estabilidade 9
Dirigibilidade 8
Média AE 7,9 Média – A nota final recebida mostra que o Passat é um dos lideres de sua categoria. Por este motivo, ele merecia maior destaque e melhores detalhes de acabamento como por exemplo, vidros com acionamento elétrico e faróis auxiliares.

 

     

Velocidade máxima na pista (km/h reais)
Média de 4 passagens 178,7
Melhor passagem 179,3
Consumo médio (km/l)
Cidade 7,32
Estrada – 80km/h 11,83
Estrada – 100km/h 10,78
Média Auto Esporte 9,97

 

Aceleração
Km/h reais Segundos
0 – 40 3,05
0 – 60 4,58
0 – 80 7,06
0 – 100 11,42
0 – 120 15,71
0 – 140 24,11
0 – 160 38,50
0 – 400m 17,42
0 – 100m 32,29

 

Retomada
Km/h reais Segundos Marcha
40 – 60 6,44
40 – 60 8,76
40 – 60 12,16
60 – 100 7,44
60 – 100 10,01
60 – 100 13,45
80 – 120 8,38
80 – 120 10,84
80 – 120 14,14

     

Galeria de imagens

Deixe uma resposta