Home / Tutoriais / Vidro elétrico para o Passat

Vidro elétrico para o Passat

Um problema enfrentado atualmente pelos proprietários que desejam fazer a instalação de vidros elétricos em seus Passat é a falta de máquinas apropriadas para a montagem no carro. Apresentamos aqui um projeto que possibilita a utilização deste equipamento no Passat. A modificação é feita a partir da máquina de vidro atual e pode ser realizada por qualquer pessoa com um mínimo de habilidade e em uma oficina de lanternagem onde tenha solda oxiacetileno (a solda elétrica fura a chapa e não solda). Também podem ser utilizadas solda MIG ou TIG, porém estas são mais difíceis de serem encontradas.

O ideal é comprar duas máquinas manuais novas da marca Micro (foto 01), que são baratas e os motores podem ser encontrados em desmanches (foto 02). Os motores utilizados foram da marca Mabuchi e são excelentes. São encontrados em carros como Uno, Gol 2 portas (GII e GIII), Corsa modelo antigo (vidros traseiros) e Tempra, sendo necessários um de cada lado.

Foto 1 Foto 2

Deve-se desmontar o conjunto de acionamento manual, retirando-se as garras do copinho onde fica montado o eixo de acionamento pela manivela e o eixo da engrenagem pode ser retirado no esmeril ou lixadeira. Após esta desmontagem, é feito um alívio onde a engrenagem do motor vai trabalhar para eliminar a interferência com chapa da maquina manual.(foto 03). Na máquina manual já existe um furo central onde pode ser fixado o motor e se localiza a posição dos outros 2 suportes (foto 04).

Vidro elétrico Vidro elétrico
Foto 3 Foto 4

Foram, então, construidos os dois suportes e soldados na máquina manual (foto 05). Após pontear os suportes, o motor foi desmontado para finalizar a solda, pois com o calor o mesmo poderia ter a parte plástica derretida.

Para compensar a altura da máquina manual em relação à elétrica, quando da montagem no veículo, foram utilizados coxins de borracha. Porém, podem ser utilizados parafuso com uma bucha metálica para realizar esta compensação (foto 06). Após a operação de solda e acabamento, deve-se usar uma tinta para proteção contra a oxidação, além de colocar graxa na engrenagem do motor.

Vidro elétrico Vidro elétrico
Foto 5 Foto 6

A montagem na porta do carro não exige nenhuma modificação. Em alguns modelos onde a máquina de vidro é rebitada, haverá apenas a necessidade de alargar um pouco os furos originais para passar o parafuso para fixação com porca. Se na hora do acionamento, a máquina ficar trepidando um pouco, basta ajustar o motor para frente ou para trás, até achar um perfeito encaixe dos dentes da maquina de vidro com os dentes do motor.

Vale ressaltar que o final de curso inferior deve ser limitado na canaleta do vidro onde é acoplada a máquina de vidro. Basta fazer um furo (0,8mm) e colocar um parafuso com porca. Caso contrário, a força do motor pode danificar as engrenagens ao fim do curso original.

Vidro elétrico
Montagem da máquina terminada

Para comandar os vidros pelo alarme, além da utilização de um chicote simples para fazer subir e descer o vidro, terá que ser acrescentado uma centralina (pode ser Quantum, Positron ou PST). Este procedimento já é comum para qualquer carro que tenha vidros elétricos, mas não tem alarme original de fábrica e é realizado por qualquer loja de acessórios.

Diversos botões de acionamento podem ser utilizados, dependendo do gosto de cada um, pois podem ser colocados diretamente no forro das portas ou no painel. Pode-se também trocar os descansa-braços por algum já com os botões acoplados. Adaptações com descansa-braços de Uno e Tempra ficaram muito bem feitas. Entretanto, os botões mais simples e adequados são os de Santana antigo, já que estes utilizam terminais universais, facilitando a confecção do chicote elétrico. O exemplo mostrado abaixo utiliza os botões de acionamento montados no console, com um tampão fazendo o acabamento do furo da manivela na forração das portas.

Vidro elétrico Vidro elétrico
Acabamento no antigo furo da manivela Exemplo de montagem dos botões no console

Seguindo estes passos, qualquer Passat pode ser equipado com este acessório nunca utilizado pela Volkswagen durante o período de fabricação do modelo, proporcionando maior conforto aos proprietários que utilizam o carro no dia-a-dia.

Texto e fotos: Marcos Pinho (marcos_pinho30@yahoo.com.br)

One comment

  1. Mauricio H. Pulner

    Bom dia.
    Instalei desta maneira, os vidro eletricos no meu Flasch e ficaram muito bons.
    Os botoes, usei os do santana 88, que deram um acabamento perfeito na porta, usei tambem um modulo da flexitron para deixar com funcao “um toque” e ainda automatizar no alarme para fechamento automatico.
    Recomendo, fica show!!!

Deixe uma resposta para Mauricio H. Pulner Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *